Julia

Eu sou ex-aluna do miro,adorei estudar nesse lindo,maravilhoso e perfeito colegio.Fiz 3 anos na escola e achei a melhor coisa do mundo inteirinho,fiz milhares de amigos,da minha turma e da outra,fiquei muito triste quando sai na 2 serie e quero voltar Sinto muitas saudades dos professores que me esinarm quando estava la,das minhas amigas,dos funcionarios e de todos Xau

balao2-laranja

Depoimentos das mães sobre seu dia especial

Queria agradecer pelo espetáculo fantástico… O artista é fabuloso precisamos levá-lo a nível nacional ele merece e a escola mais uma vez se superou.

Patricia Villas Bôas-mãe de Juliana Villas Boas 7ª série –sobre  comemoração do dia das mães

 

Foi realmente especial!!!

Amei ter ido, a peça foi incrível… e tenho certeza que todos aproveitaram de verdade!

Parabéns!!!!!

Grande bjooooo

Mônica Gallas- mãe de Guilherme Gallas 7ª série- sobre comemoração do dia das mães

 

Adorei participar ! Tudo que é feito com atenção e carinho sempre dá certo. Depois saímos e continuamos a comemoração.

Guiomar Tanajura-mãe de Catarina Tanajura 7ª série-sobre comemoração do dia das mães

 

balao2-laranja

Somos eternos amadores do MIRÓ

Ao colégio Miró,

Começo de um outro e novo ano, uma nova história.
Chronos não deixa escapar nenhum  momento.O tic tac do relógio a cada ano apressa o passo, como se fosse possivél aprisionar a vida entre ponteiros.
2011! O tempo não para!!!Passa!……Arrastando consigo  o passado e o futuro quase que fundidos no momento presente.
Linha tenure entre o ontem e o amanhã ,o aqui e agora.
Chegou a hora! O novo chega reinvindincando o seu lugar.(o novo espaço, a nova escola, os novos desafios…Tudo novo!!).
É tempo de reverenciar essa grande escola. Colégio Miró, responsavél também durante doze anos pela educação escolar e de vida dos meus dois maiores presentes:
João Lucas e Letícia.
Foram anos, dias,minutos ,segundos, momentos vividos dentro do espaço Miró, construindo durante todas essas etapas uma formação de sujeitos democráticos, investigadores, questionadores;sujeitos formadores de opiniões que aprenderam a ousar cada nova experiência de vida.
O colégio Miró em todos esses anos “invadiu” de forma mais materna e realista cada um desses dois seres, que são tão diferentes, mas preparados  por essa instituição de educação na mais clara representação de alunos, sujeitos em evolução.Em erupção!!!
Miró XSujeito X Aluno X Evolução
Por aprenderem o caminho da evolução, João Lucas e Letícia decidiram acoplar construções X história da vida vivida no Miró por 12 anos ao  mais novo, o pouco conhecido,a sede de desafiar  novas experiências, novas construções.
Todos que aí estão ou estiveram são responsavéis pela brilhante construção de vida de João Lucas e Letícia.
Gabi….Linda Gabi!!! Profissional brilhante, acolhedora,carinhosa, materna,alegre,presente,educadora….Verdadeiramente uma Mulher maravilha!!!
Gabi, amamos muito vc!!
Cândida, Clara,obrigada por por todos esses anos estarem preparadas sempre para incentivar os desafios educacionais e de vida.
Todos, todos do Miró merecem aplausos em tom maior!!!!!________Tia Norma, Gilca, Tadeu,Conceição, Silene,Edilma, Lu,Cris, professores,seu Antonio, Nelson,Grande Roberto……Toda a equipe MIRÓ!!! (sem excessão) para sempre MIRÓ…..Filhos do Míró!!!________Começando por mim desde do IEJ até João Lucas e Letícia no Miró.

Somos eternos amadores do MIRÓ.

TIANA, JOÃO LUCAS E LETÍCIA.

balao2-laranja

A Escolha da escola foi um encontro que fez história

Caros amigos, quero neste momento expressar meu agradecimento ao Colégio Miró, a todos aqueles que, direta ou indiretamente, participaram e contribuiram na formação dos meus filhos Rodrigo e Leonardo.

Parece incrível, mas ainda hoje muitas pessoas compartilham a idéia que a pré-escola não passa de um lugar seguro para seus rebentos brincarem. Por isso, ao contrário do que muitos pensam, escolher a escola para um filho de apenas 1 ano e meio não é uma tarefa simples e sem implicações, mas, com certeza, pode-se dizer que é uma das primeiras grandes decisões dos pais na vida de seus filhos.

Partindo da idéia de que a estruturação do sujeito humano se dá nos seus primeiros anos de vida, pode-se calcular a importância que a escola adquire na constituição de sua personalidade.
Eu, particularmente, tinha muitas expectativas em torno dessa escolha, e por isso buscava uma escola que priorizasse alguns valores para mim fundamentais:
Queria uma escola onde o saber não fosse o sinônimo da verdade; onde ele não estivesse pronto, mas em constante construção; uma escola que ensinasse meus filhos a pensar, questionar, e que estimulasse a pesquisa e a busca de estratégias próprias para solução dos problemas; uma escola que nunca perdesse a referência ao outro, e isso inclui não só o respeito e a amizade, com os colegas, professores e colaboradores, mas, principalmente, estar atento a existência de pessoas menos favorecidas na sociedade, onde fossem lembradas e reconhecidas através de projetos sociais; uma escola onde os professores trabalhassem com amor à educação, repensando e reconstruindo o conhecimento sempre que convocados; onde a arte fosse contemplada, e, finalmente, uma escola onde a formação educacional dos alunos fosse tecnicamente bem cuidada, mas que não esmagasse o individual e o particular de cada um.

Eram muitas expectativas, eu sei, mas os valores que buscava numa escola tinham que ser compatíveis com aqueles que adotávamos em casa. Afinal, se era uma parceria, precisávamos falar a mesma linguagem.
E foi assim que, em 1996 aconteceu meu encontro com o Miró. Lembro-me bem, lá estava eu e meu marido diante de Clara. Era nítida sua paixão, comprometimento e decisão pela educação. Suas palavras de apresentação da escola traduziam exatamente aquilo que eu buscava. Foi amor a primeira vista: eu e o Miró, o Miró e eu.
E assim começou nossa história, primeiro com Rodrigo e quatro anos depois com Leonardo.

Vê-los crescer, se tornarem crianças maiores, pré-adolescentes e adolescentes foi um processo muito especial, onde eu também cresci e aprendi muito. Vocês estavam sempre muito presentes e antenados com o mundo aqui fora e com o universo interior dos alunos. O dialogo era franco e transparente.

Bem, por tudo isso, eu queria agradecer a cada um de vocês que contribuíram com a formação dos meus filhos, mas não somente na formação pedagógica, mas na formação do caráter, dos valores, do interesse pelo saber.
Agradeço a Clara, Cândida, Tadeu, Norma, Gabriela, Márcia, Ana, Tânia, Cibele, Sandra, Sheila, Cristiane e tantos outros professores. E também a Solene, Val, Jô, Edilma, Luciana, Flavia, Graça, Sueli, Uaiana, Sr. Roberto, e todo o pessoal de apoio portaria, enfim todas as pessoas que passaram nas nossas vidas.

Agora meus filhos estão alçando novos vôos, com uma segurança que, sem duvida, vocês também ajudaram a construir. E, como diz o provérbio francês, “Partir, c’est mourir un peu”, fica a saudade, mas também a certeza de ter feito uma escolha acertada. Foram 13 anos de convívio, parceria, descobertas e, sobretudo, de muita confiança.

Por isso hoje concluo que a ESCOLHA DA ESCOLA FOI UM ENCONTRO QUE FEZ HISTÓRIA! Uma história que continuará sendo escrita por Leonardo e Rodrigo onde quer que eles estejam; uma história em cujo começo vocês deixaram suas marcas.
Muito obrigado!
Soraya Carvalho Rigo.

Enviada por: Soraya Carvalho Rigo

 

balao2-laranja

Compromisso com a educação

Compromisso com a educação

Para aumentar os seus conhecimentos
Todos devem estudar
Não estou escrevendo um mandamento dentro deste pensamento
Quero mostrar como a vida de um aluno pode mudar
O dinheiro não faz mudar
O dinheiro vai te ajudar
Por que vejo uma estrada
Muito longa, que você mesmo nela vai caminhar.

Conheço um colégio
Que vai a grande disparada nos seus ensinos
Para enriquecer seus alunos
Nos seus conhecimentos da aprendizagem
Pra um mundo melhor
Este colégio é chamado
Miró

O colégio que eu falo
Tem uma boa direção
Tem uma grande resposabilidade
E um grande compromisso com a educação
Tem professores competentes
Que tem ensinado o melhor
Que é chamado Miró
Nesta cidade
tem colegio bom
Mas não tem nada melhor.

Autor: Deusdete Galdino