Depoimento de Soraya Carvalho Rigo

“Queridos amigos do Miró,

Já falei uma vez sobre a importância da escolha da escola na formação dos meus filhos e isso foi há 06 anos, quando o meu mais novo, Leonardo, estava saindo do Miró. Agora quero agradecer de novo e reiterar o valor dessa escolha.

A decisão de ter um filho talvez seja a mais importante que alguém pode tomar na vida. Trazer uma pessoa ao mundo e ser responsável pelo que ela se tornará é, sem dúvida, um ato de coragem, permeado de dúvidas, ansiedade, medos, mas, sobretudo, muita alegria. Quando o filho nasce, os pais são convocados, todo o tempo, a fazer escolhas para o rebento. Uma delas é decisiva: a escola. Sim, porque os efeitos dessa escolha serão sentidos por toda vida. A quem você irá cofiar a educação do seu filho? O projeto pedagógico, os valores, as ideologias devem ser compatíveis com os seus valores e concepção de mundo.

Por isso quero agradecer mais uma vez ao Colégio Miró por ter contribuído não apenas com a educação formal do meu filho Leonardo, como também por introduzir nela valores como solidariedade, amizade, generosidade, valores que cultivamos no seio da nossa família.

A conquista de Leonardo no ENEM, mostra, antes de tudo, uma conquista na vida. Embora sua facilidade com os números já fosse observada desde sua tenra infância, não posso deixar de registar, que o método de ensino construtivista adotado pelo Miró estimulou sobremaneira sua habilidade com a matemática, além da escrita. Eu poderia citar uma dezena de projetos fantásticos que ele participou nesta escola, mas vou me limitar a relatar duas passagens. Lembro-me que desde sua primeira avaliação de matemática na Alfa, quando ele ainda não havia aprendido “conta armada” mas que, diante de cada problema, ele tinha que pensar e desenvolver um raciocínio lógico através da criação de três estratégias para cada um. E essa forma de fazer o aluno buscar suas próprias estratégias, sem dúvida, permitiu a ele um encontro íntimo e pessoal com a matemática fazendo dela uma parceira e não uma inimiga. Com a língua portuguesa e sua interpretação, o Miró o ensinou a estudar de uma maneira no mínimo instigante. Na 3ª. série, ele levava para casa textos interessantes e complexos, que deveria ler, grifar as ideias principais, resumi-las e transcrevê-las no caderno. Na escola, os alunos se dividiam em equipe, discutiam essas ideias e depois, cada participante produzia, individualmente, um texto produto da discussão. Eu fiquei perplexa com o método de ensino e me perguntava, como seria possível, aos 09 anos, meu filho estar seguindo um modelo de estudo semelhante ao que eu aprendera na universidade.

Enfim, o Miró estimulou Leonardo a pensar, criticar, desenvolver estratégias, discutir, usar o raciocínio lógico, conviver e respeitar as diferenças e as opiniões contrárias.

Por isso, quero compartilhar minha alegria e dividir com vocês o sucesso de Leonardo Carvalho Rigo, por ser um dos três recordistas do ENEM 2015, ao alcançar nota histórica de 100.8,3 em matemática e também 980 pontos em redação.

Leo tem uma aptidão natural para matemática e, ao contrário do que acontece com a muitos jovens, ele não precisa estudar em casa, apenas focar nas aulas. Para ele, matemática é uma questão de dedução lógica, por isso é só prestar atenção na explicação do professor. Sempre que cobrávamos que estudasse em casa, principalmente matemática porque ele já demonstrava o interesse de ingressar na área de exatas, ele respondia: “mãe, matemática não se estuda”. Para algumas pessoas, como diz um tio meu, “matemática é como poesia”, acho que ele quer dizer com isso que quando se desenvolve uma relação de intimidade com a matemática, ela deixa de ser um bicho de sete cabeças e se torna, simplesmente, uma forma interessante de entender o mundo.

Leonardo é uma pessoa alegre, espirituosa, questionadora, inteligente, sensível, participativa, cheio de amigos, adora cinema, não perde uma balada e teve a sorte de encontrar escolas e professores que estimularam seu jeito de ser, sua capacidade intelectual e sua sensibilidade.

Por isso, muito obrigado ao Colégio Miró, seus professores, coordenadores, auxiliares de disciplina, colegas e muitos amigos que contribuíram com o crescimento de Leonardo como pessoa e com sua conquista no ENEM!

Um grande abraço,

Soraya Carvalho Rigo, (mãe de Leonardo).”

Enem 2015: Uma vez Miró, sempre Miró.

Leonardo Rigo
Leonardo Rigo
Leonardo Carneiro Carvalho Rigo, de 17 anos, alcançou uma nota até então inédita na prova de matemática do Exame Nacional do Ensino Médio. Com incríveis 1.008,3 pontos, ele ultrapassou com folgas a marca anterior, que era de 976,6. Além do feito incrível, ele ainda tirou 980 em redação!

Léo estudou no Miró desde pequenininho, fato ressaltado por sua mãe, Soraya Carvalho Rigo: “(Léo) Estudou no Colégio Miró, uma escola construtivista, dos 2 aos 11 anos, onde ele foi estimulado a pensar e a encontrar ao menos 3 estratégias para resolver cada problema matemático.” Para ele, matemática nunca foi um bicho de sete cabeças, mas sim uma matéria estimulante e recompensadora.

Depois do sucesso no Enem, ele ainda não sabe o que vai cursar, mas sabe que será na área de exatas. Seja qual for a sua escolha Leo, saiba que o Miró continuará torcendo muito por você!

#Mitou