Memórias da Infância*
08 de março de 2016

Lúdico, poético e experimental. Características que definem um artista  e que se encaixam no conceito e na filosofia do Colégio Miró. A escola tem como objetivo construir memórias afetivas e relacionar vivência com educação.

*Matéria publicada na Revista Meu Bebê, Ano III – Nº 08

Lúdico, poético e experimental. Características que definem um artista , e que se encaixam no conceito e na filosofia do Colégio Miró. A escola tem como objetivo construir memórias afetivas e relacionar vivência com educação.
As atividades desenvolvidas ao longo do ano de 2015 foram marcadas pela interação entre família, escola e alunos. Ações realizadas dentro da sala e fora dela possibilitam às crianças terem acesso a novos experimentos. “A escola precisa trazer as melhores práticas para que a infância seja bem vivida. As atividades comemorativas são desenvolvidas com base no calendário festivo anual. Como valorizamos a cultura nacional, todas essas práticas contribuem para que a criança se identifique com a própria história”, destaca a diretora pedagógica, Clara Coelho.

Como ponto de partida, a Feira Literária do Miró, a Flim, reuniu todas as classes, desde a Educação Infantil até o Ensino Fundamental, para uma experiência literária participativa. Troca de livros, realização de oficinas e contação de histórias fizeram parte da Flim em 2015. Para a diretora pedagógica, essas vivências culturais proporcionadas pelas atividades desenvolvidas permitem que a criança se torne um sujeito criativo, que possa aprender a se comunicar e atuar em grupo. “O que me encanta no Miró é que somos desafiadas constantemente a repensar nossa prática de sala de aula. As nossas ideias são valorizadas e adotadas. Existe uma relação de troca e respeito pelo pensar do outro”, declara a professora da Educação Infantil, Leila Câmara.

Além da literatura, outras atividades artísticas e corporais foram trabalhadas dentro e fora das salas de aula. Técnicas de circo e palhaçaria, aprendidas durante a disciplina de educação física do Miró, deram oportunidade única para as crianças conhecerem o universo circense e, em consonância com práticas corporais. Dentro desse contexto, houve a participação dos estudantes em campeonatos de judô e futebol, que ocorrem em outras instituições de ensino.

Para Clara Coelho, o intercâmbio entre escolas durante as competições dá aos alunos a oportunidade de se desafiar e trabalhar a ansiedade. “Eles aprendem a administrar o medo, assim como a ganhar e perder”, destaca. A gincana também é inserida dentro das práticas corporais do Miró como mais uma atividade lúdica e que exige criatividade, disposição e coletividade.
O ciclo de provas e ações permite que o aluno desenvolva ainda mais a capacidade de interagir com o outro e colaborar com o grupo.

FAMILIANDO

Acolher novas famílias. Essa é a finalidade do Miró com o “Familiando”, que consiste na celebração democrática do Dia da Família. “A escola faz uma opção deliberada de comemorar o dia da família e não o dia do pai e o dia de mãe, porque as famílias são múltiplas e têm formas diferentes de composição”, defende a diretora pedagógica.

Em 2015, o evento foi realizado no mês de setembro, com a participação de pais, mães, avós e estudantes em um só dia.
Para os advogados Janaína e Marcio Doria, pais de Amanda e Camila, alunas do 5º ano de Ensino Fundamental e do Grupo 3, respectivamente, o ano de 2015 sedimentou os motivos que fizeram o casal escolher o Colégio Miró como parceiro na educação das filhas. “A forma lúdica como conteúdo programático foi abordado, a Exposição do Folclore Digita, a Semana da Criança com brincadeiras, a participação semanal do grupo musical Canela Fina, e todas as outras atividades desenvolvidas ao longo do ano da educação infantil, fazem com que as crianças vivenciem novas experiências e guardem para sempre esses momentos”, declarou Janaína Doria.

A mãe ainda destacou as vantagens do Ensino Fundamental com destaque para o acampamento de fim de ano. “Finalizando o ano com chave de ouro, a ida para o Acampamento Puma, em São Paulo, é uma demonstração de irrestrita confiança ao Miró, e uma aposta de que ela obtenha lições inesquecíveis de companheirismo, contato respeitoso com a natureza, responsabilidade e, principalmente, aproveitamento da sua infância”, conclui.

Outras atividades, realizadas durante o ano, consistiram na conexão entre as tradições culturais nordestinas e africanas, como a festa de São João, realizada em junho, e o projeto “Ver o Brasil Olhando a África”, que permitiu a compreensão do aluno como ser humano diverso.
Já a Semana da Criança proporcionou diferentes práticas de lazer e brincadeiras aos estudantes, assim como momentos inesquecíveis.

“MEMÓRIAS DE INFÂNCIA SÃO COMO COLCHAS DE RETALHO. ENTÃO, QUANTO MAIS RETALHOS COLORIDOS VOCÊ COLOCAR NA SUA COLCHA TANTO MAIS LINDO VOCÊ SERÁ COMO SER HUMANO. ”

Clara Coelho, diretora pedagógica do Colégio Miró.

Compartilhe:

Jorge Amado, o escritor e o personagem

Saiba +

Conhecer a vida de personalidades sempre aguçou a curiosidade...

Métodos pedagógicos

Saiba +

Mais do que transmitir conteúdo aos alunos, muitos pais procuram...

A vez da creche e da pré-escola

Saiba +

Professores, entidades e políticas se aprimoram para dar qualidade à educação de nossas crianças...

As melhores escolas

Saiba +

De volta às aulas

Saiba +

popup-colegio-miro-cursos-livres

Powered by WordPress Popup